Sábado, 25 de Setembro de 2021, 15:40h

Setembro Dourado: Câncer de Infantojuvenil - Prevenir é proteger, a saúde vale ouro!

Publicado em: Quarta-feira, 01 de Setembro de 2021, 12:00h - Por: Ascom CREFITO-14

Setembro Dourado mês da Conscientização sobre o Câncer Infantojuvenil. A campanha tem o objetivo de alertar sobre a doença e divulgar o esforço de diversas pessoas contra elas.

O Setembro Dourado foi criado para alertar profissionais da saúde, pais, educadores e sociedade em geral sobre a importância de se atentar aos sinais e sintomas sugestivos do câncer infantojuvenil, contribuindo com a sua detecção e tratamento precoce. Para isso a campanha conta com ações educativas nas redes sociais e palestras para os profissionais da área. Essas ações também visam reivindicar os devidos investimentos na assistência a esses pacientes que “valem ouro”, por isso o dourado foi a cor escolhida.

O câncer infanto-juvenil é considerado uma patologia rara que apresenta características distintas, especialmente em relação à histopatologia e ao percurso clínico. Ele faz parte de um conjunto de doenças mais agressivas, com curtos períodos de latência e que se proliferam rapidamente. Entretanto, demonstra perspectivas de bom prognóstico, se houver um diagnóstico precoce com um tratamento rápido e eficaz, sendo que as chances de cura podem chegar a 80%.

No Brasil, existe a Confederação Nacional das Instituições de Apoio e Assistência à Criança e ao Adolescente com Câncer, onde 52 instituições se juntaram para construir uma nova realidade no âmbito da oncologia. Essa nova visão busca proporcionar maior segurança e dignidade aos portadores de câncer infantojuvenil, além de promover um olhar mais sensível às crianças e aos adolescentes com câncer e suas famílias. De qualquer forma e em qualquer ocasião, cuidar de nossas crianças e adolescentes é de extrema importância, visto que eles são o futuro da nação e a esperança que todos nós temos de viver em um mundo melhor.


Fonte: #crefito14 #movimentosetembrodourado #cancerinfantojuvenil #tratamentoprecoces #criancaseadolecentes #fisioterapia #terapiaocupacional