Sexta-feira, 23 de Abril de 2021, 15:28h

Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson

Publicado em: Segunda-feira, 05 de Abril de 2021, 12:28h - Por: Ascom CREFITO-14

Em 11 de abril de 1998, a Organização Mundial de Saúde - OMS estabeleceu o Dia Mundial de Conscientização da Doença de Parkinson com objetivo de esclarecer possibilidades de tratamento para que o paciente e sua família tenham uma melhor qualidade de vida. A patologia degenerativa do sistema nervoso central e crônica, é considerada a segunda patologia neurodegenerativa progressiva mais frequente no mundo.

De acordo a Organização Mundial da Saúde, existem aproximadamente 4 milhões de pessoas no mundo com a doença. Com o aumento da expectativa de vida e o envelhecimento da população, o número pode dobrar até 2040. Para especialistas é importante o tratamento com equipe multiprofissional, incluindo Terapeuta Ocupacional e Fisioterapeuta. A fisioterapia para o indivíduo portador de Parkinson tem um papel importante no, pois irá proporcionar uma melhora no seu estado físico geral, tendo como objetivo principal a restauração ou manutenção da função, incentivo à realização das atividades de vida diária de forma independente,

Desta forma a fisioterapia busca diminuir a disfunção física, assim, permitindo que o indivíduo realize atividades de seu dia a dia com a maior eficiência e independência possível. Para isso, o alongamento em pacientes com doença de Parkinson é necessário para a melhora da amplitude de movimento.

Embora ainda não exista cura, existem várias maneiras de controlar os sintomas. A preservação de uma vida profissional e social ativas ajuda no sucesso do tratamento. A Terapia Ocupacional explorar vários recursos no tratamento da Doença de Parkinson, mas um deles vem chamando a atenção em todo o mundo, chamado de Intervenção Assistida por Animais – IAA oferece estímulos ao paciente: táteis, visuais, olfativos, auditivos; com o objetivo de promover a auto-estima e autoconfiança; trabalhar a motricidade fina e grossa; trabalhar questões relacionadas com motivação, concentração e atenção; estabelecer vínculo afetivo, promover a socialização, entre outros. Assim, promovendo independência, estimulando a cognição e consequentemente melhorando a qualidade de vida.


Fonte: doença de parkison, crefito14.